Introdução ao Composer { Parte 1 }

Composer é uma ferramenta de gerenciamento de dependências para o php. Ele permite que você declare os pacotes necessários em seu projeto, faça os downloads dos mesmos e instale automaticamente para você.

A idéia do composer não é nova, o mesmo é baseado fortemente no ‘NPM’ para Node.JS e no Ruby Gems, porém focado no PHP.

O composer trabalha da seguinte maneira:

  1. Se seu projeto depende de várias bibliotecas;
  2. E estas bibliotecas necessitam de outras;
  3. Você declara as dependências necessárias;
  4. O composer encontra as versões necessárias e faz os downloads para você e instala os mesmos em seu projeto.

Como declarar as dependências?

Se você estiver trabalhando em um projeto, que por acaso necessite do uso do monolog. O que você precisa a principio é criar um arquivo composer.json e realizar a seguinte declaração, a mesma baixará e instalará o monolog a partir do composer.

Acima estmos apenas dizendo que nosso projeto necessita do monolog/monolog nas versões 1.2 ou superior. Veja como é simples.

Bom esta foi uma introdução rápida, nos próximos posts mostraremos a instalação e algumas considerações , a mais, sobre o composer. No decorrer dos posts, o pequeno exemplo mostrado acima e alguns conceitos aqui vistos ficarão mais claros. Espero vocês, abraços e sucesso.

 Contribua conosco, deixe seu comentário abaixo, quer seja uma correção, quer seja um acréscimo, contribua!.

Fonte – > Get Composer

Be Sociable, Share!

5 ideias sobre “Introdução ao Composer { Parte 1 }

  1. A Adoção do composer pela comunidade Php , assim como a comunidade Ruby adota RubyGem, é um grande passo a padronização e evolução da comunidade.

  2. Pingback: Introdução ao Composer { Parte 2 } | PHP Maranhão

  3. Pingback: [Get Started] – Zend Framework 2 | PHP Maranhão

Deixe uma resposta