Os mitos do design responsivo

De tempos em tempos surgem algumas modinhas como o assunto do momento no Web design. Já vi passar por mim o rebuliço do action script, o tableless e mais recentemente o HTML 5 e o Design Responsivo. É responsivo pra lá, responsivo pra cá, responsivo faz isso e aquilo, o negócio é ser responsivo! Mas por trás de toda modinha sempre surgem os mitos.

Que o design responsivo é algo importante, principalmente com a chegada dos smartphones e tablets, isso ninguém discorda. Sem dúvida o design responsivo e suas técnicas foram um grande avanço na forma como criamos e montamos sites. Porém a galera às vezes exagera, dando determinados méritos onde não há. Por exemplo…

 

MITO 01: O DESIGN FICA IGUAL EM QUALQUER DISPOSITIVO

Quem acha que o Design Responsivo adapta seu layout a qualquer dispositivo de uma forma que seu site fique igual num smartphone ou num tablet está enganado. Isso é impossível. Igual, igual não fica. Afinal como colocar tudo que você está vendo nesse seu monitor de 29 polegadas numa tela de 4 polegadas de um smartphone de uma forma que além de ficar igual, fique compreensível de ler? Os elementos ficarão tão piquititinhos que será impossível lê-los. Ao menos que você dê um zoom, claro.

Quando um site é exibido em uma tela menor, na maioria das vezes é necessário esconder diversos elementos para que tudo se encaixe na tela, tanto na vertical como na horizontal. Normalmente são elementos como imagens ou vídeos que não ficariam bem numa tela pequena. O que normalmente fica e não é escondido são os conteúdos textuais. No final das contas, o layout para um smartphone pode até seguir o mesmo conceito do layout para um monitor comum, porém são layouts diferentes mas compartilhando do mesmo HTML.

 

MITO 02: É ECONOMIA DE TEMPO

Compartilhando do mesmo HTML porém com folhas de estilo CSS diferentes, parece mais rápido e fácil modificar linhas de códigos numa folha de estilo do que ter um site diferente para cada resolução de tela. Claro, sem dúvida isso é verdade. Rapidamente editamos as folhas de estilo e fazemos modificações. Porém não podemos esquecer que mesmo assim, o design responsivo torna obrigatório para todo web designer testar o site em todas as resoluções e em diversos dispositivos, gerando inúmeros ajustes e consequentemente, tempo. Portanto o design responsivo pode ser legal e rápido de editar, mas enquanto antes precisávamos apenas de uma folha de estilo e de um layout fixo, hoje precisamos fazer diversas folhas e testar todas elas, nos levando a gastar um tempo que antes não precisávamos. Mas pelo menos é pelo bem da humanidade. ;D

 

MITO 03: A PÁGINA CARREGA MAIS RÁPIDO

Assim como dissemos no mito 01, na maioria das vezes é necessário esconder imagens e vídeos para que o site possa ficar bem adaptado a telas menores. Mas veja, essas informações ficam apenas escondidas mas elas são também carregadas. Portanto o tempo que o site leva para ser carregado num monitor de 29 polegadas será o mesmo tempo ou o mesmo peso em kb se for carregado numa tela de 4 polegadas. Portanto, não tem essa história de ser mais rápido.

 

E ENTÃO, O DESIGN RESPONSIVO VALE A PENA?

Claro. O design responsivo tem como função principal facilitar a vida do usuário, adaptando o design do site as telas pequenas e assim facilitar a entrega do conteúdo e navegação. É o design à favor do conteúdo e do usuário. Para nós web designers aumentou o trabalho inicial principalmente por conta dos testes e adaptações mas facilitou a manutenção dessas páginas. Melhor editar apenas um html e algumas folhas de estilo do que diversos html e imagens de tamanhos diferentes.

Com certeza as tecnologias avançarão e os obstáculos mencionados aqui não serão mais problema num futuro próximo.

Por: Bruno Ávila

Texto original: http://www.brunoavila.com.br/avante/webdesign/os-mitos-do-design-responsivo.html
Para o alto e Avante!

Be Sociable, Share!

Uma ideia sobre “Os mitos do design responsivo

Deixe uma resposta